A Vinícola

A vinícola Vinum Terra é baseada nos princípios da vida simples, de consumir e produzir o que a terra dá, com respeito à natureza, do modo natural, orgânico e artesanal. Fazer o que se acredita está expresso no nosso projeto de vida, nas vivências cotidianas e nos estudos, que resultam na produção de vinhos naturais autênticos com processos biodinâmicos.

 
Nosso  enólogo Edgar Luis Giordani expressa suas inquietudes e memórias na elaboração de vinhos com fermentação natural, sem chaptalização nem adição de sulfitos, trasfega ou filtragem, de modo a incorporar o máximo da natureza e do terroir a um produto de aromas e sabores intensos, revelando a tipicidade da terra e promovendo o território produtivo de Monte Belo do Sul-RS.


A vinícola possui vinhedos centenários próprios e em transição para a biodinâmica. Além de assumir a defesa das vinhas históricas, localizadas numa paisagem singular, promove a fertilidade e a sustentabilidade do solo, utilizando os princípios da biodinâmica de Rudolf Steiner. (1920) o Calendário e os preparados Biodinâmicos


Livre dos protocolos do mercado enológico, na busca do essencial, a Vinum Terra produz, de modo artesanal, pequenas produções vinhos com uvas como Isabel, Peverella, Barbera, Moscato, Bordô, Cabernet Rubi e outras. Mas sempre valorizando as varietais que expressam a identidade do território.

2021-12-25_10-18-13_626.jpg
2021-12-25_10-18-12_291.jpg
2021-12-25_10-18-10_969.jpg
1640440926096.jpg
 
1640440807548.jpg
2021-12-25_10-18-13_626.jpg

O Enólogo e as Práticas Biodinâmicas

Edgar Luis Giordani nasce e cresceu na Linha Leopoldina - Bento Goncalves, hoje Vale dos Vinhedos. De uma família de vitivinicultores, sempre foi um apaixonado pelo vinho, pela terra, pela natureza, pela apicultura e pelos saberes e fazeres familiares na elaboração de vinhos, do modo de vida da sua família descendentes de italiano (Trento e Friuli Venezia-Giulia).

Graduado em Música e Bacharel em Violão Clássico pela Faculdade Palestrina, Porto Alegre, em 1986 e 1988, atividade que exerceu por anos, mas o "fazer vinhos" sempre esteve em sua mente.

De volta à Bento Gonçalves, na década de 2000, gradua-se Superior Viticultura e  Enologia (2015), a primeira faculdade de enologia do Brasil, hoje Instituto Federal de Educação – Campus Bento Gonçalves. Seu trabalho de conclusão foi enriquecido com um estagio na Itália em vinícolas biodinâmicas, através da Universidade de Udine no Friuli Venezia-Giulia. 

Mas, para melhor entender a trajetória de elaboração e certificação de vinhos biodinâmicos, buscou conhecimentos no Curso de Especialização em Agricultura Biodinâmica em Botucatu-SP, Instituto Ello, através da Universidade Galileu, em 2017. Ano que marca as primeiras elaborações de vinhos naturais, com a escolha da uva Isabel, varietal desprestigiada na elaboração de vinhos finos. Assim nasce o vinho Arbitrium, um ícone da Vinícola, comprovando que possível elaborar um vinho fino de qualidade com essa uva. 

Em 2017, fundou, conjuntamente com sua esposa Marilei, a Vinum Terra – Vinhos Naturais. Desde estão, realizou pequenas vinificações para seu restaurante, a Locanda di Lucca, até adquirir a área atual da vinícola em Monte Belo do Sul. São 15 hectares de área, sendo 5 de vinhedos com uvas autóctones. 

 
1640440691461.jpg

Entre a Arquitetura, a Paisagem Cultural do Vinho e a Gastronomia

Marilei Elisabete Piana Giordani nasceu em Xaxim – SC, neta de filhos de imigrantes italianos oriundos de Pinto Bandeira e Monte Belo do Sul, dois antigos distritos de Bento Gonçalves–RS. A cultura italiana dos familiares, os saberes e fazeres e a gastronomia, fizeram parte da sua infância em SC, cujo primeiro moinho de farinha do nono era palco das brincadeiras nos finais de semana e dos encontros de família. Graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Rio dos Sinos (1984) exercendo sua profissão por mais de 30 anos em studio autônomo.

Sua busca por aprofundar seu conhecimento é realizado com a 

Especialização em Urbanismo 1990, mas o divisor de aguas profissional foi a Especialização em Patrimônio Cultural Urbano (2007), Mestrado (2013) e Doutorado (2020) no PROPUR na Universidade Federal do Rio Grande Sul (UFRGS). Sua pesquisa tem como foco  a preservação da paisagem cultural vitícola do Vale dos Vinhedos e as implicações decorrentes do primeiro território com Denominação de Origem (D.O) dos seus vinhos.

​É  autora do livro "Paisagem Cultural Viticola: Entre os Parreirais, a Urbanização e a Proteção – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves/RS – Brasil", 2019.

É chef autodidata da Locanda di Lucca, onde busca ressaltar os sabores e aromas naturais dos produtos orgânicos e biodinâmicos utilizados no cardápio, cujas memórias familiares possuem um papel importante para proporcionar uma experiência gastronômica singular.

O amor e companheirismo por Edgar também a trouxeram ao mundo do vinho e a formação de sommelier (2013).